quarta-feira, 27 de abril de 2011

Deixar ser mãe...

Hoje foi o terceiro dia de Davi na escolinha. Mais no final da semana escrevo para dizer como tem sido a adaptação. Mas enquanto estava passeando na escola, para fugir do olhar do pimpolho, num bate-papo com um pai que acompanhava a daptação do filho, gostei da observação dele. O cara é coroa (talvez uns 50) e o filho tem um ano e quatro meses. Segundo ele é o terceiro filho, mas o primeiro do atual casamento, e portanto o primeiro filho da mulher dele.
Falávamos sobre dormir a noite inteira e os métodos de deixar chorar. Admirei o cara quando ele disse que por ele deixava chorando três dias que aprendia a dormir (o que ele fez com os filhos mais velhos), mas como a esposa não quer saber disso, respeitou a decisão. "Tem que deixar ela ser mãe, mesmo que as decisões não sejam as mesmas minhas". Saí da escolinha, deixei o Davi em casa e fui para uma reunião de trabalho... Na volta, durante o engarrafamento, pensei. Taí, a gente tem o primeiro filho e um monte de gente (não só o pai, mas várias pessoas, íntimas e nem tanto), quer te ensinar a ser mãe. Não respeitam nem o "trauma do parto", o tempo que os dois seres que acabam de nascer (mãe e filho) precisam a sós, para se entenderem, afinarem a sintonia...
Sábia decisão deste pai... Deveria ser seguida por todos...

terça-feira, 26 de abril de 2011

Adaptação e estréia na escolinha

Ontem eu e Davi passamos duas horas com a turminha dele (iniciate) na Escola Recanto de Viver. A escolha foi feita após visita a várias escolas e pesar pós e contras. O número de crianças na sala (seis) e a educação alimentar pesaram. Apesar de não fornecerem tudo orgânico, incentivam alimentação natural, com frutas, legumes, proteínas... Consegui a possibilidade de oferecerem arroz e massa integral. Pão, biscoitos não fazem parte das opções e ninguém pode levar merenda (nem os maiores, de cinco anos).
A acolhida foi boa, pela psico-pedagoga, Adriana, e pelas três cuidadores das crianças. Davi ficou explorando o local, comeu pouco o lanche (coquitel de frutas) e nem pensar em dormir... Deixou para quando chegou em casa...apagou de 17h30 às 21h... depois queria mesmo brincar...até 23h... mas aí dormiu bem até praticamente seis horas da manhã.

Davi conhecendo um brinquedo novo com a cuidadora Marli
A unica coleguinha que estava ontem, Maísa, gostou muito da mamãe do Davi: me abraçou, chamava para brincar, ria, mandava beijo. O filhote, para não deixar barato, quando percebeu o assédio, me deu um abraço gostoso e pediu para mamar.... Os outros coleguinhas são o Victor (caçulinha), Zé e Max. Depois contamos as novidades e as primeiras horas em que ele ficará sem mim....

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Primeiras experiências com massinha

Foi em fevereiro, mas como ainda não tinha escrito aqui, fica o registro. Depois de ganhar uma caixa com massinha no aniversário dos trigêmeos (Victor, Pedro e Caio), filhos da Kity, resolvi apresentar ao Davi a massinha...ele se deliciou apertando, vibrou com as cores... para ficar marcado na memória, deixo algumas fotos, tiradas no dia 17 de fevereiro: estrea do filhote na escultura com massinha (aos 10 meses).



Em tempo: O aniversário foi no Natal, mas achava que o filhote ainda estava novinho... Vou comprar mais para brincarmos aos finais de semana!!!

Feriado a três... uma delícia...

Passamos o feriado prolongado em casa. Eu, Luciano e Davi... Foi uma delícia. Além de colocar algumas papeladas em dia e fazer a declaração do imposto de renda, foi uma delícia brincar com o filhote, fazer pequenos passeios como uma ida à praça, ir comprar o material da nova escolinha. Até mesmo uma viagem furada ao museu, na sexta (estava fechado) foi divertida... acabamos parando para um café e voltando para casa. 
Almoçamos em casa quase todos os dias... eu e lu fizemos (na sexta eu fiz um peixe e no domingo ele fez uma macarronada)... Na quinta fomos comer muqueca... a tia Marisa (minha cunhada) e o tio Aloísio (meu amigo) foram e depois vieram tomar um cafezinho em casa. Foi uma delícia... Papo em dia, apresentei o moleque para o Aloísio, que estava morando em Sampa... Davi, desenvolto como sempre, não estranhou e fez muita farra!
No domingo, o pimpolho não relaxava, por causa da gengiva, que tá incomodando... Resolvi levá-lo para uma volta na praia... tiro e queda, ficou rindo das ondas (em Armação) e quando chegou em casa já tava apagado!!!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Diversão em BH.... Pena que foi corrido!!!

Semana passada fomos a BH, eu e Davi... Num bate-volta danado, já deixo avisado aos amigos que vão reclamar da falta de notícias. Como inicio o trabalho dia 2 e as idas serão sempre corridas, resolvi aproveitar uma tarifa boa... Ficamos de qunita à noite a segunda-feira cedo...
Davi, super espoleta, curtiu os avós (maternos), a Jade (nossa poodle) e a programação social: Duas festinhas de um aninho: do João Pedro, no sábado, e da Laura, no Domingo. As duas festas, cada uma em um estilo, foram uma delícia. A primeira, com poucos convidados e muita criança, foi no salão de festa do prédio, com muito brinquedo para criançada, doces, salgadinhos, cachorro-quente e pipoca. Também tinha refrigerante, água e cerveja para os adultos.

Um dos cenários da Floresta da Laurinha
No domingo, a festa da Laura foi em casa, em Lagoa Santa, um cardápio natureba delicioso, com sucos muito gostosos e também com poucos convidos e algumas crianças. Davi se divertiu nas duas: no sábado pulamos na cama elástica (êta desculpa boa)... Nos dois dias ele curtiu a piscina de bolinha...
Além das festas, ficamos em casa, com pequenas saídas com a vovó Rosinha... Ainda deu tempo do Davi curtir uma piscina gelada (pelo menos pra mim...ele nem queria sair)...
Deixo o registro de duas fotos do pimpolho, uma em cada uma das festas...semana que vem tento me organizar para escrever mais...
Mas tá corrido.... mudança de empregada, emprego novo, inicio do Davi na escolinha... e ainda estamos aproveitando o feriado (isso eu conto em outro post)!
Piscina de Bolinha na festa do João Pedro!!!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Primeiro dia na cadeirinha

Hoje Davi estreiou a cadeirinha (para o carro). Ainda tem peso para o bebê conforto mas a altura está no limite e fica nervoso depois de muito tempo de costas para a paisagem. O moleque adorou ver as novidades. Fomos almoçar na casa da Denise e do amiguinho Lucas e ele apontava tudo durante o caminho.
Na volta, depois de tanto brincar, veio nervosinho, choroso, mas logo logo caiu no sono! Aprovado.

Fim de uma etapa

Hoje estou triste. Demitimos a Nide, nossa empregada, que estava aqui desde uma semana antes do Davi nascer. Foi um processo que tem sido amadurecido há pelo menos três meses, e bem dolorido. Afinal, sempre tratou o Davi com carinho, me ajudou muito. Enfim, incompatibilidades, pouca disponibilidade de horário foram fatores que contribuíram para a decisão.
É que eu e Davi partimos para uma nova etapa. Voltarei a trabalhar fora (e não como freelancer) e ele ficará meio período na escolinha. Espero que seja tudo tranquilo e que eu faça a melhor opção entre as três candidatas que disponho!!!
É isso, precisava falar... Mesmo com os pequenos aborrecimentos naturais do convívio patrão/empregado, Nide deixa saudade e ficará registrada na história do primeiro ano do pimpolho. Deixo então uma foto dela e ele juntos, quando o pequeno precisava tomar leite da mamãe logo que voltei a fazer meus freelas... Ela, com a maior paciência, dando leitinho na colher!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Correria

Desculpem o sumiço.... Por aqui a maior correria. O filhote está grandão, descobrindo o mundo como ninguém...e eu, buscando escolinha, selecionando nova ajudante...
Para não ficar tanto tempo sem passar por aqui deixo dois cliques, do sábado passado, no primeiro ano do Lucas, e no domingo, na festa do Arfhur... Pois é... vida social intensa... O Rapaz se animou tanto que demorou a dormir nos dois dias..
Davi e Lucas brincando no salão de festa do amiguinho...

Inspirado na festa de Arthur... Uma tarde delciosa no Museu da Criança...