segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Desmame Noturno

Hoje fomos para a consulta do oitavo mês de Davi. O rapazinho cresceu bastante... A nova dieta (com mais refeições), já pode ser implementada aos poucos. É que ficaremos fora de casa por um mês, mudando um pouco a rotina dele...e mudanças bruscas, como viagem e de alimentação, devem ser feitas aos poucos. As palavras (não literais) são da pediatra... Ela sugeriu ainda o desmame noturno, a partir de meia noite... mas eu questionei se eu o deixaria chorando até dormir... Método que sou totalmente contrária... (tipo o Nana Nenê).

A Dr. disse que sim, que seria bom para mim e para o bebê. Depois de ouvir meus argumentos contrários à ideia, ela disse sou uma pessoa bem informada e que poderia seguir o que achasse conveniente: "confio no seu feeling", disse.

A decisão está tomada mas andei pesquisando, para subsidiar nossa escolha...Ao navegar pelo vasto mundo da Net me deparei com um belo artigo do Dr. Gordon, parte do seu livro Soluções para Noites sem Choro, que me muniu de informações técnicas que me permitem adiar o desmame noturno para o primeiro aninho do pimpolho... Vale dar uma olhada no link disponível no nome do médico...

Achei também o artigo A IMPORTÂNCIA CRUCIAL DOS PRIMEIROS ANOS DE VIDA: COM A PALAVRA, O BEBÊ, muito bom...vale a leitura de ambos...

vou nessa que o filhote dormiu cedo e estou arrumando as malas... 
Davi começou a virar para dormir de bruços, principalmente nas sonecas diurnas!


domingo, 28 de novembro de 2010

Mãe e Muito Mais...

Contagem regressiva para as férias (ficaremos 30 dias fora de Salvador)! Dia 30 vamos para Fortaleza, passear e prestigiar o primeiro aninho e o batizado da Rebeca, nossa sobrinha e afilhada do Luciano. Depois, passaremos 20 dias em BH, para curtir amigos, minha família, o Natal e finalmente apresentar com calma a cidade (e região) para o Lu, que sempre foi em viagens corridas...
Hoje eu e Davi fomos ao nosso último encontro Mãe e Muito Mais este ano. Mais uma tarde gostosa no Museu da Criança. O próximo será dia 12 de dezembro e estaremos fora... A atividade e bate-papo foi voltada para crianças maiores: pintura e colagem. Mas a mamãe aqui resolveu aproveitar o dia lindo e fazer sua arte, com o filhote de molde (o pezinho). Além disso, aproveitei para bater-papo e reencontrar as amigas que surgiram em razão da maternidade e da busca por oferecer algo melhor, que faça diferença, para nossos filhos. A Nádia, como sempre, organizou um encontro muito legal e está com o barrigão lindo de mais uma menina...
Grupo de mãs e filhotes que participaram do encontro neste domingo (28/11). A foto é da Nádia
Durante as férias prometo aparecer para ir dando nótícias, mas os textos vão ser mais curtos, para aproveitar o tempo livre e dar conta de cuidar do pimpolho... Deixa eu ir que tenho mala pra arrumar....

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Carrinho e afins...

Ontem falei da importância do carrinho, um dos acessórios mais valorizados no mundo da maternagem (por mães, pais, avós, tios e vendedores)... Mas na prática, se a pessoa tem um sling para carregar o bebê, possui moiséis em casa para as sonecas (confesso que preferi o carrinho), sempre dispõe de carrinhos públicos, em shoppings, supermercados, aeroportos, etc.... Tudo bem, aqui em Salvador não são todos os shoppings, mas eu também não sou daquelas viciadas em shopping e sempre que posso deixo Davi em casa para resolver algo por lá rapidinho...acho melhor...

O carrinho é ergonômico e prático, mas falta o cinto
Mas sobre os carrinhos públicos, um item me preocupa, a falta de segurança. Em muitos deles o cinto de segurança está quebrado, e aí o confiorto vira dor de cabeça. Até quando eu dou comida para o Davi no carrinho, aqui em casa, coloco o cinto, e mesmo quando ele fica alguns minutos em casa. Então imagina o risco de você ficar zanzando pra lá e pra cá com um bebê solto no carrinho... Aconteceu no aeroporto de BH e no Salvador Shopping. Relaxei o braço, mas fiquei ligada, para evitar eventual acidente... O registro tá aí no post: o carrinho de BH foi no dia 20 de outubro e o do Salvador Shopping poucos dias depois
Além de ser bambo (falta de manutenção), o cinto estava quebrado

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Carrinho? Mas onde????

Um dos acessórios para bebês mas propagados é o carrinho. Não nego sua utilidade. Davi usa desde os primeiros dias de vida... Temos aquele que é tipo um berço, e muitas vezes a sonequinha dele era por perto, supervisionada pela mamãe. Também é útil quando saímos para jantar na casa de alguém e deixamos ele lá, dormindo... seguro pelo cinto...
O banho de sol, mesmo no início, no play, sempre foi no carrinho e às vezes, quando ele está disposto, fica brincando alguns minutos enquanto tomamos café-da-manhã (a maior parte das vezes é no chão que ele fica mesmo, brincando e chamando a atenção da gente...). Mas a maior utilidade do carrinho são os passeios em praça ou até shoppings... Davi fica feliz, olhando tudo ... (se bem que no shopping ele cansa logo e o proximo passo é ficar aconchegado no sling, e dormir)...
Agora com a introdução de alimentos, por enquanto (até a volta das férias) é onde ele come as papinhas (doces e salgadas). O cadeirão, deixamos para comprar em janeiro, já que viajaremos um mês (isso renderá outro post dia desses).
Mas outro dia vi uma cena que me chocou... duas mulheres e um bebê, andando de carrinho na rua... O choque foi a falta de infra-estrutura... Quem tem carro pega o acessório, põe no porta-malas e vai pra onde tem que ir...é só tirar o carrinho, abrir e pronto... Agora quem não tem carro e teoricamente usaria muito mais o acessório, não tem simplesmente acessibilidade... Ontem mesmo vi outra mãe que para atravessar a minha rua andou quase meio quarteirão para poder atravessar sem tirar o neném (que dormia) do carrinho...um sacrifício...
Maratona para atravessar Território do Amapá!!
Então fica a pergunta, sobretudo para as prefeituras e governos. E a acessibilidade dos bebês (que nem sempre podem ficar no colinho das mães... às vezes elas têm outros filhos, carregam um monte de coisa...)? Não teriam eles direito de ir e vir? Mesmo sem ter um carro que o leve para os melhores passeios???

domingo, 21 de novembro de 2010

Balde aliado...

Davi ainda toma banho de balde...é obrigatoriamente o banho da noite, mas em dia de febre (como ontem) serviou para aqueles banhos rapidos, para tirar o suor da criança, ao longo do dia. Hoje foram três banhos...dois de balde e um de banheira (que ele adora também)... Mas no balde fica aconchegado, é rápido e fácil...
Na nossa última ida a BH (em outubro), após alguns dias de banho só na banheira, achei que ele tá sentindo falta...tentamos com o balde que minha mãe tinha comprado na nossa primeira visita, em julho...Bom, nem precisa dizer que foi felicidade só...Acima destaco o clique, feito há mais de um mês..
Veremos se em dezembro ele caberá no balde...

Vacina, dente ou fase????

Sexta-feira Davi tomou a vacina da Hepatite B, menos de uma hora depois já estava com febre... É sempre assim, os efeitos de vacina são tão forte que a criança (pelo menos nosso pimpolho), que dá pena de levar para tomar. Geralmente ele fica irritado, com insônia. Hoje a tarde ele ainda teve nova febre e lá se foram quatro banhos até agora (acabo de deixá-lo no berço...
Aliado há isso, há pelo menos duas semanas o padrão de sono do filhote, que costuma acordar uma ou duas vezes, depois de cair no sono, mudou bastante... Chegou a acordar de uma em uma hora, noite dessas, nem sempre querendo mamar...
Será dente? Afinal há um mês tem babado como ninguém e ainda por cima fica louco para morder tudo e coçar a gengiva.... Pode ser a introdução alimentar, afinal ele tem aceitado bem frutas e papinha salgada, não deixa de mudar o organismo.
Enquanto não descobrimos o motivo vamos tentando manter a rotina de ao menos duas sonecas por dia (que conseguimos finalmente implantar...mesmo que a muito custo),que segundo especialistas ajuda no sono noturno! O resto é muita brincadeira, carinho e compreensão...

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Hora de Brincar II

É bom demais...começa às cinco da manhã, não acaba nunca!!!!

Esse clique foi feito pela tia Marisa (irmã do Luk) no dia do Batizado (16/10/2010)

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Hora de Brincar

A primeira coisa que uma mulher deve pensar antes de ser mãe é que vai ter que reservar um horário na agenda para brincar. Na verdade, vários horários. É cansativo, porque às vezes você ficou entretida com muito trabalho, afazeres da casa, compras, etc. Mas é revigorante! Contraditório? Eu explico!
O bebê vai crescendo, desenvolvendo, descobrindo o mundo. E nada mais gostoso que brincar para descobrir possibilidades, esconde esconde, beijos e abraços, empilhar bloquinhos, ficar de bruços, sentado...enfim... cada um vai inventando sua fórmula... E estes pequenos demandam tempo e atenção.
Desde a semana passada estou concentrada nos textos de uma Revista para a qual colaboro. Além das fugidas para entrevistas (tento me ausentar no máximo duas horas), tenho que revesar meus momentos de concentração (para escrever) com brincadeiras com Davi. Sei que é um preço que pago pelo que escolhi. Não temos  babá, mas uma ajudante em casa que também cuida dele nos momentos que estou fora ou com algum outro afazer. É uma ajuda, mas a grande carga fica mesmo comigo (não estou reclamando). Papinhas dele, eu faço. Uma vez ela adiantou enquanto eu estava fazendo uma entrevista, frutas, eu ofereço, salvo se necessitar de ficar concentrada... Enfim... este post é mais uma partilha, estou cheia de assunto para escrever aqui, mas só quando terminar os textos da revista!! 

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Querendo Engatinhar...

Começo há cerca de um mês, quando estávamos em BH, para o Batizado. Ele tinha completado seis meses há alguns dias e passou a fazer força com os braços quando virava ele de bruços, durante o banho.... Comecei a testar...deixar ele segurar o corpo com os bracinhos e as perninhas dobradas, dentro da banheira... uma alegria...
Desde então virar de barriga para cima, de um lado para o outro, passou a ficar entre as brincadeiras prediletas...Assim como ficar de bruços, e tentar buscar os brinquedinhos... Outra brincadeira que "ele inventou" foi o sapinho: você coloca ele no colo e dá impulso com as perninhas... Ele descobriu que tem forças e que pode se movimentar... é uma alegria só!!!
 Nos últimos 15 dias, sentadinho, vai buscar brinquedos e volta, dobra as perninhas e vai minhocando.... acho que em pouco tempo vamos ter que "correr " atrás do pimpolho...Também se apoia para tentar levantar...


Veremos...

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Trabalhar em Casa, jornada tripla

Desde que resolvemos ter um filho optei por viver como freelancer em Salvador. A decisão coincidiu com nossa relativamente recente mudança para a cidade, depois de alguns anos em Brasília. Me adaptar à nova rotina foi difícil. No início me sentia muito só. Cheguei a sair para simplesmente dar uma volta no quarteirão e conversar com alguém.
Mas com a chegada de Davi, em março, vi que a decisão foi acertada. Posso ficar muito tempo com ele. Só voltei a trabalhar quando ele estava com cinco meses. Fiquei quatro meses recebendo o salário maternidade do INSS. A nova rotina é dura: Acordar às cinco com o pimpolho super disposto, dispor de pouco tempo para repor as energias durante os dias que tem trabalho.
Tento agendar as entrevistas de forma a coincidir com alguma soneca dele, para amenizar a saudade, e agora, com as refeições, que estão sendo introduzidas, uma forma de evitar a saga de tirar leite (para mim muito tensa)...
É difícil, vira uma tripla jornada: administrar a casa e a empregada, cuidar do filho e do marido, e se organizar para o trabalho, mas tá valendo a pena... É um privilégio poder acompanhar de perto o desenvolvimento do meu bebê... mesmo que fique como agora...morta de sono...

domingo, 7 de novembro de 2010

Novos Sabores

Já faz um mês e meio que começamos a conhecer os novos sabores, além do Leite Materno. As frutas, super aprovadas até agora foram: maçã, pêra, banana, mamão, melão, ameixa, abacate, melância, tangerina. Ainda falta algumas para a lista, mas vamos apresentando devagarinho. Aliás, a introdução de alimentos está sendo feita de forma descontraída, sem pressões... para o moleque associar a alimentação com prazer e não imposição...
O suco de laranja-lima, que no início fez sucesso, o pimpolho não aceita mais...faz cara de nojo... estou tentando misturar com algumas frutas, com cenoura, mas ele prefere mesmo comer a tomar suquinho...
De laticínio provou o queijo Cottage, gostou, se lambuzou, o iogurte natural também gostou, mas tomou pouco, logo depois pediu o mamá, comidinha predileta ainda... A gema do ovo comeu, mas bem poquinho...vamos tentar mais...
As papas salgadas estão sendo provadas, ainda come pouco, uma média de 10 a 12 colheres por refeição, às vezes mais, às vezes menos. A que mais gostou até agora foi de carne, mandioca, abóbora e couve (comeu um pratinho todo), também comeu bem a de carne, batata, abrobrinha e cenoura... Hoje vai experimentar uma de frango, batata-doce e espinafre...

Praia é tudo de bom

Como eu disse, foi no dia 2 de novembro, no Porto da Barra, a estreia de Davi no mar. O moleque tinha acabado de fazer sete meses e ficou bem confortável... aí vai um clique, que chamo de horizonte...ele e o pai adimirando a beleza do mar...e um vídeo, comigo, na água!

Horizonte, por Katja Polisseni
Em tempo, ele adorou a areia e brincou bastante... (não colocou na boca... ainda....)

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Encantado com a Natureza


praça Ana Lúcia, na Pituba

Hoje quero falar sobre o final de semana prolongado, que foi uma delícia (semana passada até terça). Sábado (30/10) aniversário de Luciano, papai do Davi, fomos na "Varanda do Luciano", restaurante que nosso querido amigo montou na casa dele após desativar a Barraca do Luciano, point da esquerda e de intelectuais durante 20 anos em Pituaçu. Tudo muito simples, fomos nós três, os pais do Lu e a irmã Marisa...
O dia estava lindo, montamos um cantinho pra Davi brincar no chão e passamos momentos deliciosos. Além de curtirmos a comida, papearmos, Davi dormiu no sofá do anfitreão e amou a rede embaixo das árvores... Gargalhava ao sim dos pássaros e vendo o verde... Domingo o programa foi a tradicional pracinha Ana Lúcia, no fim de Linha da Pituba, mais uma vez ele se encantou com as árvores e o céu, muito azul... Na terça, dia 2, madrugamos e fomos pra a praia do Porto da Barra. O pimpolho aprovou. Ficamos 50 minutos e o moleque aproveitou muito a areia, ficou um pouco na água (sem choro), no meu colo e no do pai, e ainda bebeu muita água.
Dormiu no sling antes de chegarmos no carro e adormeceu com um semblante de paz. E hoje começa mais um final de semana que também promete...temos um aniversário infantil domingo e amanhã vamos inventar algo ao ar livre, mas isso eu conto depois!!!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Interagindo com outras crianças

Desde que Davi nasceu fazemos questão que ele tenha contato com outras crianças, sobretudo bebês. A priminha Rebeca (que mora em Fortaleza mas vem passear), os coleguinhas do grupo Mãe e Muito Mais, como o Pedro, da mesma idade, os coleguinhas da Yoga, com destaque para o Arthur, que começou junto, os colegas da roda de bebê e o novo coleguinha da pracinha, Lucas.
O olhar atento e curioso permanece, mas agora está aflorado. Na yoga cada vez mais Davi e Arthur interagem, trocam brinquedos, se tocam, se olham. Na segunda recebemos visita, o Caique, sobrinho de minha afilhada Patrícia. Ele tem cinco anos. Ofereci o tapete onde Davi brinca para ele (que ficou brincando de carrinho e jogo da memória enquanto Davi se divertia com seus mordedores. Resolvi levar o pimpolho para o sofá, mas o pescoço não parava, ficava curioso para saber o que o amiguinho estava fazendo...

No post dois cliques (acima): com Arthur, semana passada na yoga, e na segunda, observando nossa visita: Caíque!